Capa

SORIGS e SIMERS unidos contra o exercício ilegal da oftalmologia. Denuncie!

A Lei do Ato Médico regulamenta a atividade médica no Brasil e discrimina as atividades de atribuição exclusiva dos profissionais com formação em medicina, como diagnósticos e prescrição de tratamento.

Ao estabelecer os limites de atuação dos profissionais da saúde, a legislação protege os pacientes da atuação indevida de profissionais de outras áreas. E, para que a Lei do Ato Médico seja, efetivamente, um instrumento para garantir este benefício, o Simers criou um canal exclusivo para denúncias quanto ao exercício irregular da atividade médica.

A ferramenta permite que qualquer pessoa, seja profissional de saúde ou paciente, denuncie situações em que houver suspeita de que profissionais de outras áreas estejam realizando atos privativos de médico.

Sigilo garantido

Todas as situações relatadas pelo Canal de Denúncias do Ato Médico serão apuradas pelo Simers e, caso seja constatada a invasão de competência, a entidade médica denunciará às autoridades.

O Simers garante o sigilo absoluto do denunciante. A denúncia é feita de forma online, por meio do link. Além do relato pelo canal, é possível enviar outros materiais, como fotos e vídeos pelo email atomedico@simers.org.br.

SERVIÇO

O QUE: Canal de Denúncias sobre Ato Médico

COMO FUNCIONA: Médicos ou pacientes podem denunciar situações suspeitas de invasão das competências médicas, conforme a Lei do Ato Médico

COMO ACESSAR: Através do site.

Materiais como fotos ou vídeos podem ser enviados pelo email atomedico@simers.org.br.

Sociedade de Oftalmologia do Rio Grande do Sul © Todos os direitos reservados 2019
Desenvolvido por: J2w - Desenvolvimento Web